Éfeso

Uma das cidades mais antigas da Turquia, Patrimônio da Humanidade e um dos maiores sítios arqueológicos do mundo, Éfeso foi fundada pelos gregos e é abrigo de ruínas e monumentos que tornam o local um dos polos mais importantes do século passado.  

Éfeso ainda é um símbolo muito importante para o catolicismo, primeiro porque Paulo de Tarso e João Evangelista pregaram na cidade e segundo por abrigar uma das sete igrejas mencionada no Apocalipse.

Por ser uma cidade bastante antiga, ela passou por diversas restaurações e que a deixou perfeita para receber turistas de todo o mundo. Durante o passeio por Éfeso, será possível observar o dia a dia da população, como os locais de banho, ginásio, museus, teatros, casas, biblioteca, templos, igrejas, portões, casas, entre outras diversas atrações que vão impressionar e encher os olhos dos visitantes.

Atrações

Templo de Ártemis

Uma das 7 Maravilhas do Mundo Antigo, o Templo de Ártemis foi construído em 550 a.C., pelo arquiteto cretense Quersifrão e seu filho Metagenes, em homenagem a deusa grega da fertilidade.

Antigamente o templo que era considerado um dos maiores do mundo, possuía uma arquitetura monumental, repleta de obras de artes exuberantes e valiosas e que foi perdida em 356 a.C. após um incêndio. Sua reconstrução levou 20 anos, mas em 262 a.C. ele foi novamente destruído pelos Godos e pelos terremotos que assolaram a região durante os anos que se seguiram.

Hoje quem for visitar o local, poderá vislumbrar uma coluna solitária em meio a toda a história apagada pelas ações do tempo. Mesmo em ruínas, o monumento continua sendo um dos mais lindos e tendo uma das vistas mais impressionantes.

Casa da Virgem Maria

Um dos grandes atrativos de Éfeso, é uma pequena casa localizada no alto de um monte a apenas 9 km da cidade. Acredita-se que o local serviu de residência para Virgem Maria, mãe de Jesus.

Segundo a Bíblia, em seus últimos dias de vida, Jesus pediu para que São João Evangelista cuidasse de sua mãe. Foi então, que ele a levou para esse casebre em 42 d.C, onde ela viveu até a sua morte.

Considerado um importante símbolo religioso, muitos turistas que vão até a Casa da Virgem Maria se emocionam pelo ambiente que é totalmente especial e cercado por verde. Em volta da casa é possível encontrar uma fonte de água benta, que muitos acreditam que tenha propriedades milagrosas.

A visitação é restrita para pequenos grupos de pessoas, sempre em silêncio e sem a presença de câmeras fotográficas ou celulares. Isso porque, o local é considerado sagrado e segue as mesmas regras das igrejas.  

A Casa da Virgem Maria recebe a visitada de milhares de pessoas de várias etnias, incluindo os muçulmanos, durante todo o ano.

Templo de Adriano

Em ótimo estado de conservação, apesar de sua construção estar de pé desde 138 d.C., o Templo de Adriano, foi erguido por P. Quintílio como uma forma de homenagear o Imperador Adriano, um dos 5 melhores líderes do Império Romano.

Ao visitar o templo, será possível admirar logo na entrada sua grande e imponente fachada, constituída de quatro colunas coríntias que sustentam o arco que traz uma imagem de Tyche, a Deusa da Vitória, pilares bem sinuosos e um pedestal com escrituras antigas.

Já no interior do templo, os turistas serão recepcionados por uma estátua da Medusa, que está localizada junto com as plantas de acanthus e réplicas dos frisos que remetem aos deuses: Apolo, Atena, Androkles e Herakles. Seus relevos e adornos chamam a atenção dos turistas pela riqueza de detalhes arquitetônicos e fazem do Templo de Adriano uma das principais atrações de Éfeso.

Museu de Éfeso

Um dos lugares mais preciosos e antigos da Turquia, devido a sua rica história e sua importância para a arqueologia da região, o Museu de Éfeso surgiu no início de 1929 e era utilizado como um armazém para guardar artefatos de escavações recolhidos em torno das ruínas.

Em 1964, o lado sul do museu foi construído e os artefatos começaram a ser expostos e exibidos por lá, com o passar o tempo o local foi ficando cada dia menor e em 1995 outra seção foi introduzida ao espaço.

O lugar que ficou conhecido ao longo do tempo como a cidade criada por Androclos, filho do rei de Atenas, foi recentemente reformado e conta com algumas lojas de presentes, além de seus principais destaques, as duas estátuas de Ártemis, em mosaicos e afrescos e artigos como joias, caixas de cosméticos, moedas e outras peças de arte importantes para a história.

Biblioteca de Celso

A Biblioteca de Celso é um dos pontos turísticos mais importantes e visitados de Éfeso, o edifício majestoso e cheio de charme, foi construído no início do século II d.C. em homenagem ao governador geral da Província da Ásia do Império Romano, Tiberius Lulius Celsus Polemaeanus.

O local que abrigava aproximadamente 12 mil pergaminhos e era considerada a terceira biblioteca mais importante do mundo antigo, foi destruída pelos Godos, com exceção de sua fachada feita em mármore branco, que foi reconstruída entre os anos de 60 e 70. Além de ter sido uma biblioteca, ela também serviu de mausoléu, do próprio Celso, que está enterrado em um sarcófago debaixo da estrutura.

Quem for visitar a biblioteca, poderá admirar ainda três grandes portões e réplicas exatas das estátuas das deusas da Sabedoria, Conhecimento, Virtude e Inteligência.

Grande Teatro

Considerado um dos maiores espaços da antiguidade com capacidade para 24 mil pessoas, o Grande Teatro ou Anfiteatro como também é conhecido, possui uma estrutura completamente majestosa, excepcional e grandiosa. Ele foi construído no período helenístico, e durante o período romano foi reformado e aumentado no estilo que é visto atualmente.  

O local que antigamente era usado para encenações teatrais representadas apenas por atores do sexo masculino e como palco para combates de gladiadores e luta de animais, hoje é utilizado para espetáculos e shows que acontecem em Éfeso.